Davi Fonseca encarna o jumento em ‘Viseira’, álbum sobre a cultura tropeira que reúne Isaar, Luiza Brina e Xangai

  • 09/07/2024
(Foto: Reprodução)
Pianista, cantor e compositor mineiro alinha oito músicas autorais no disco que sai em 26 de julho. Davi Fonseca posa com a máscara encomendada à artista plástica Mariana Teixeira para a capa do álbum ‘Viseira’ Ciro Thielmann / Divulgação ♪ “O jumento é nosso irmão! O jumento sempre foi o maior desenvolvimentista do sertão!”, gracejava ninguém menos do que Luiz Gonzaga (1912 – 1989), rei da nação musical nordestina. Embora tenha nascido em Belo Horizonte (MG), o pianista, cantor e compositor mineiro Davi Fonseca concorda com a visão de Gonzaga e estende os domínios do jumento para a região das Geraes. “Aqui em Minas Gerais não é muito diferente: o jumento é peça fundamental na construção objetiva e subjetiva da nossa identidade, da cultura tropeira, da nossa música”, acrescenta Davi Fonseca. É com essa visão que o artista se apropria do jumento – encarnando o animal na capa do segundo álbum de Fonseca, Viseira, com máscara encomendada à artista plástica Mariana Teixeira – para retratar o Brasil no disco programado para chegar ao mundo em 26 de julho. O título Viseira também alude ao apelido de Fonseca desde a adolescência, Daviseira. No álbum, gravado com produção musical orquestrada pelo baixista e pianista Pedro Durães com o próprio Davi Fonseca, o artista alinha oito músicas em repertório inteiramente autoral composto com a intenção de evidenciar a cultura tropeira com ênfase na tradição oral brasileira. Quatro músicas – Guimba, Melô do coach, Presepeira e Sagarana – são parcerias de Fonseca com Lucas Filipe Oliveira, sendo que Presepeira, faixa apresentada em single editado em maio, traz a voz do cantor baiano Xangai. Já a cantora pernambucana Isaar participa de A laje de Hermeto, composição somente de Davi, enquanto a mineira Luiza Brina é a intérprete convidada e arranjadora de Barra Grande (Davi Fonseca e Arthur Bortolus). Os demais arranjos são de Fonseca. Apocalipse à brasileira (Davi Fonseca) – faixa formatada com a presença do cantor, compositor e violonista mineiro Artur de Pádua – e Lasca (Davi Fonseca) completam o repertório de Viseira, álbum que sucede Piramba (2019) na discografia de Davi Fonseca. Capa do álbum ‘Viseira’, de Davi Fonseca Ciro Thielmann

FONTE: https://g1.globo.com/pop-arte/musica/blog/mauro-ferreira/post/2024/07/09/davi-fonseca-encarna-o-jumento-em-viseira-album-sobre-a-cultura-tropeira-que-reune-isaar-luiza-brina-e-xangai.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Top 5

top1
1. Play That Funky Music

Wild Cherry

top2
2. Sister Golden Hair

America

top3
3. Lovin' You

Minnie Riperton

top4
4. We Are Family

Sister Sledge

top5
5. You Make Me Feel Brand New

The Stylistics

Anunciantes