Clube do Balanço reverencia João Donato, Paulo Inglês e o pioneiro DJ Seu Osvaldo no álbum 'Cadê Tereza?'

  • 02/03/2024
(Foto: Reprodução)
No primeiro disco sem o fundador Marco Mattoli, o grupo paulistano de samba-rock toca repertório inédito, autoral e, pela primeira vez, inteiramente instrumental. Clube do Balanço lança o primeiro álbum inteiramente instrumental do grupo, 'Cadê Tereza?', com oito temas de autoria dos integrantes da banda Divulgação ♪ Há dois anos, a morte de Marco Mattoli (12 de fevereiro de 1965 – 7 de agosto de 1922) fez o Clube do Balanço perder o líder e fundador desse grupo paulistano de samba-rock formado em 1999. Mesmo com a perda, a vida seguiu – como sempre segue – e o Clube do Balanço continuou na pista e nos salões sem o emérito sócio, fazendo o público dançar na cadência do samba-rock, gênero que ganhou impulso ao longo dos anos 1970 em discos Jorge Ben Jor e Luís Vagner (1948 – 1921). Sexto álbum do Clube do Balanço, o primeiro sem Marco Mattoli, Cadê Tereza? chegou aos players digitais na quinta-feira, 29 de fevereiro, com oito temas instrumentais. Sim, trata-se do primeiro álbum inteiramente instrumental do grupo formado por Edu Peixe Salmaso (bateria), Fred Prince (percussão), Gringo Pirrongelli (baixo), Maestro Tiquinho (trombone), Marcelo Maita (teclados), Reginaldo 16 Ton (trompete) e Tereza Gama (voz). O gracioso título Cadê Tereza? tem duplo sentido, pois alude tanto ao samba homônimo composto por Jorge Ben Jor e cedido em 1969 para Os Originais do Samba – grupo que então lançava o primeiro álbum, impulsionado justamente pelo sucesso de Cadê Tereza? – como à participação discreta da cantora Tereza Gama, vocalista do grupo, na gravação da música Que coisa (Maestro Tiquinho), primeira das oito faixas na disposição do disco gravado com produção musical de Bruno Bona. É a primeira vez que Bona orquestra a produção de álbum do Clube do Balanço. Com repertório inédito e autoral gravado com os toques de músicos convidados como Dino Oliveira (percussão), Olegário Júnior (violão), Sérgio Barba (cuíca), Walmir Borges (guitarra) e Wilson Fumaça (percussão), o álbum Cadê Tereza? celebra João Donato (1934 – 2023) em Samba a la Donato (Reginaldo 16 Ton), faz ode às danças de salão em Roupa no varal (Maestro Tiquinho) – faixa gravada com toques de gafieira e forró – e reverencia o pioneiro DJ brasileiro Osvaldo Pereira em A orquestra invisível de Seu Oswaldo (Gringo Pirrongelli). O disco também inclui tributo póstumo a Paulo Roberto Santos (1934 – 2020), o Paulo Inglês, figura lendária da comunidade negra da noite paulistana, em especial no circuito do samba-rock e do soul. A homenagem acontece no tema Balanço para o Inglês, composição do baixista do Clube do Balanço, Gringo Pirrongelli. As músicas Cachorrada (Edu Peixe Salmaso), Frigobar (Marcelo Maita) e Presságio (Edu Peixe Salmaso) completam o repertório de Cadê Tereza?, primeiro álbum do Clube do Balanço desde Balanço da quebrada (2019), título anterior de discografia que também inclui os álbuns Swing & samba-rock (2001), Samba incrementado (2004), Pela contramão (2009) e Menina da janela (2014). Capa do álbum ‘Cadê Tereza?’, do Clube do Balanço Divulgação

FONTE: https://g1.globo.com/pop-arte/musica/blog/mauro-ferreira/post/2024/03/02/clube-do-balanco-reverencia-joao-donato-paulo-ingles-e-o-pioneiro-dj-seu-osvaldo-no-album-cade-tereza.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Top 5

top1
1. Play That Funky Music

Wild Cherry

top2
2. Sister Golden Hair

America

top3
3. Lovin' You

Minnie Riperton

top4
4. We Are Family

Sister Sledge

top5
5. You Make Me Feel Brand New

The Stylistics

Anunciantes